quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

O Miado do gato


Ficha Técnica
Título Original: The Cat's Meow
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 112 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2002
Direção: Peter Bogdanovich

Elenco
Kirsten Dunst (Marion Davies)
Edward Herrmann (William Randolph Hearst)
Eddie Izzard (Charles Chaplin)
Cary Elwes (Thomas Ince)
Joanna Lumley (Elinor Glyn)
Jennifer Tilly (Louella Parsons)
Claudia Harrison (Margaret Livingstone)
Ronan Vibert (Joseph Willcombe)
Victor Slezak (George Thomas)
Claudie Blakley (Didi)
Chiara Schoras (Celia)

Sinopse
O filma gira em torno do assassinato (?) que acontece quando um grupo de milionários do cinema se reúnem no iate Oneida, de William Randolph Hearst.


Meu Parecer

Antes de nascer eu já sabia dessa história desse assassinato, e já tinha até escrevido sobre ele em meu outro blog, sobre cinema clássico. Claro que se essa história vaza e vira filme, eu vou ver logo. Então, foi com certo pesar que eu fui vendo Charles Chaplin aparecer na pele de Eddie Izzard, absurdamente ridículo. Não, eu não cismo assim com um ator, sei que Chaplin era um pé no saco de chato e tal, mas o Chaplin de Eddie era realmente intratável e sem sal. Até o Edward Herrmann, que faz o velho Hearst parece mais interessante que ele. Para ser pivô de um assassinato heim, sei não. A Kirsten Dunst estava bem, para mim ela sempre está a mesma coisa nos filmes: bem. Apesar disso... não, não é um filme tão ruim, o assunto é interessante, mas o roteiro poderia ter deixado uma dúvida no ar, algo relativo ao que sabemos hoje do caso. Ah, eu não contei sobre o caso? Então vai:
Hearst era um velhote, casado, dono de uma grande cadeia de jornais (inspirou até o filme Cidadão Kane), e tinha a atriz Marion Davies (quase 50 anos mais nova que ele) como amante. Então ela, cansada de pelancas, tinha sempre amantes, e reza a lenda que Charles Chaplin foi um dos seus amantes. Um belo dia, Hearst decide acabar com o nosso Chaplin e chama ele para uma festinha no seu iate. Mas aí, quando ele pensa que pegou Chaplin e Marion no flagra, na verdade era Thomas Ince, que, inocente, acabou levando um tiro e morreu. Enfim, essa é a história não comprovada da morte do Thomas Ince.

Antes de eu ir embora, alguém me explica o título do filme? Oi?

Nota: **

3 comentários:

Ricardo Steil disse...

Carlinha adorei o novo site!

Amósis Calazans disse...

Nunca vi o filme, mas o título deve vir da frase que aparece em vários músicais e músicas de jazz. Sempre aparece a expressão "the cat's meow" em relação a algo muito bom. XD

Júnia L. disse...

Assisti a este filme num dia desses que perdi o sono em um canal fechado qualquer que não me lembro agora.
A história em si é até legal, só não ficou bem costurada. Acho que o roteiro deixou a desejar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails