sexta-feira, 15 de julho de 2011

Casanova

Ficha Técnica:

título original: Casanova

gênero: Romance

duração: 1 hr 48 min

ano de lançamento: 2005

estúdio: Touchstone Pictures / The Mark Gordon Company / Gondola Pictures Ltd.

distribuidora: Buena Vista Pictures / Columbia Pictures

direção: Lasse Hallstrom

roteiro: Jeffrey Hatcher e Kimberly Simi, baseado em estória de Michael Cristofer e Kimberly Simi

produção: Betsy Beers, Mark Gordon e Leslie Holleran

música: Alexandre Desplat

fotografia: Oliver Stapleton

direção de arte: Susanna Codognato, Robert Guerra e LUca Tranchino

figurino: Jenny Beavan

edição: Andrew Mondshein


Elenco:
Heath Ledger (Casanova)
Sienna Miller (Francesca Bruni)
Jeremy Irons (Pucci)
Oliver Platt (Paprizzio)
Lena Olin (Andrea)
Omid Djalili (Lupo)
Stephen Greif (Donato)
Ken Stott (Dalfonso)
Helen McCrory (Mãe de Casanova)
Charlie Cox (Giovanni Bruni)
Natalie Dormer (Victoria)
Adelmo Togliani (Fulvio)
Lidia Biondi (Avó de Casanova)
Eugene Simon (Casanova - 11 anos)
Robert Levine (Cardeal Lopresta)
Lauren Cohan (Irmã Beatrice)
Danielle Baker (Irmã Magdalene)

Sinopse: Pela 1ª vez em sua vida, Casanova (Heath Ledger) encontra uma mulher à sua semelhança. A bela veneziana Francesca Bruni (Sienna Miller) acaba de fazer algo que Casanova acreditava ser impossível de acontecer: rejeitá-lo. Usando os mais diversos disfarces e estratégias, ele aos poucos se aproxima de Francesca. Na tentativa de conquistá-la, ele coloca em jogo sua reputação e até mesmo sua vida.

Nosso comentário: O lema deste lendário D. Juan é "Ser a chama e não a mariposa". Assim mergulhamos neste universo tão sensual e carismático de Giácomo Casanova. Um homem que era tido como libertino, fornicador e perturbador da ordem pública, aliás, sua imensa fama. Trata-se de um filme muito interessante sobre este mito. Aliás se você for a Wikipédia, vai encontrar sem dúvida informações que batem com algumas outras que foi mostrada no filme: a da mãe atriz, da famosa perseguição nos telhados de Veneza, etc. Essas primeiras cenas nos fazem inicialmente acreditar que... “lá vem cinebiografia!” E não é isso, o filme tenta mostrar que Casanova é como se fosse um espírito imortal, que reina absoluto no corpo daquele que invade janelas até de convento "trazendo um mundo novo" para o leito de suas amantes. Em alguns momentos a própria personagem de Heath Ledger se detém em uma praça observando alguma peça teatral onde a personagem de maior sucesso é sempre Casanova. É como se o povo perguntasse: Qual será a próxima conquista dele hein? Mas Casanova será perdoado pela alta cúpula clerical de Veneza, a que governa a cidade, e para isso terá que comportar-se bem e ter uma vida regrada. Ele vai em busca disso, mas acaba se apaixonando por uma outra mulher, a Francesca Bruni (Sienna Miller). Por ela faz loucuras, como a de enganar o noivo da jovem, D. Paprizzio (Oliver Platt). Aliás, D. Paprizzio é cômico e caricatural como Jeremy Irons (Bispo Pucci). Aliás, caricatura é o forte da caracterização das personagens. Nada de Romantismo piegas ou sexo sem pudores. É um clássico pelo primoroso trabalho de Lasse Hallstrom. Tudo é convidativamente bonito: como a fotografia, a música, os cenários e o figurino. Sem dúvida, Veneza é uma linda locação para um filme tão leve como Casanova. Heath Ledger é perfeito no papel, basta ver e ouvir aquela voz forte que ele tinha. Tão presença, tão tudo. Mais másculo impossível. Recomendamos não assistir dublado, porque a voz dublada é a de um jovenzinho que saiu das fraldas... E Heath Ledger impressionava com aquele vozeirão, realmente o ator ideal para viver o libidinoso Casanova. O final é uma surpresa para todos.


Nota: ****

2 comentários:

Kell disse...

Eu AMO esse filme! Uma comédia romantica leve e muito divertida! Heath Ledger sensacional! *-*
Beijos,
Kell ^^
http://jornalkell.blogspot.com

David C. disse...

Quiero verla.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails