sábado, 14 de março de 2009

The king


Ficha Técnica

Título Original: The King
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 105 minutos
Ano de Lançamento (EUA / Inglaterra): 2005
Direção: James Marsh
Roteiro: Milo Addica e James Marsh
Música: Max Avery Lichtenstein
Fotografia: Eigil Bryld

Elenco

Gael Garcia Bernal (Elvis Valderez)
William Hurt (Pastor David Sandow)
Pell James (Malerie Sandow)
Laura Harring (Twyla Sandow)
Paul Dano (Paul Sandow)
Derek Alvarado (Scoot)
Milo Addica (Bruno)
Monica Peña
Veronica Bernal
E. Matthew Buckley



Sinopse

Elvis Valderez (Gael Garcia Bernal) é um jovem perturbado que, após ser dispensado da Marinha americana, decide partir em busca de suas origens. Para tanto ele viaja até a pequena cidade de Corpus Christi, no interior do Texas, onde encontra o pastor evangélico David Sandow (William Hurt), que é extremamente conservador. Elvis quer que David o reconheça como seu filho, o que é recusado pelo pastor, que alega ter agora uma nova família. Na cidade ele conhece Malerie (Pell James), uma jovem de 17 anos por quem se apaixona sem saber que ela é na verdade sua meia-irmã.

Meu parecer

Assisti a esse filme há uns vinte anos atrás, a salvo o exagero. Tá, foi há uns 2 anos, creio. Um filme intenso. Elvis é um tresloucado jovem esquizofrénico que, por ter sido rejeitado pelo pai, tem uma carência enorme e vontade louca de se vingar da família dele, embora pareça ser a melhor pessoa do mundo. Digníssimo.
Calma aí, o pastor não é tão bonzinho não. Ele errou pra dedéu em sua juventude, quando engravidou uma prostituta e renegou o filho por ele ser um fruto do pecado. Coitado. Semeando a fé ele simplesmente ignorou o garoto. E depois, toma as consequências de uma pessoa desequilibrada.
Não esperava o final, sinceramente não. A calma do personagem é tanta que a gente nunca espera o final assim. Final, aliás, que achei um tanto quanto inesperado porém bom.
Gael garcia sempre com aquela carinha dele de "que foi que eu fiz?" (já é um bom motivo para ver o filme), William Hurt sempre digno, e dois atores palermas como filhos. Um filme interessante de se ver.

Nota: **

7 comentários:

Sônia disse...

Também não gostei muito do filme. Apesar do Gael garcia ser um colírio para os olhos. Enfim, o filme é regular ( Não chega ao ponto de se encher dele nos primeiros 30 minutos) Dá para ver o filme , mas sem esperar muita coisa dele. Recomendo que assistam e tirem suas conclusões.

Irene disse...

A SÔNIA COMENTOU DO SEU BLOG. SOU FÃ DO GAEL E COMO A SÔNIA DISSE QUE EU PODERIA FAZER UM PEDIDO. RESOLVI ESCREVER. DÁ PRA COMENTAR DIÁRIOS DE MOTOCICLETA.

Sônia disse...

Carla.
Tô fazendo a maior propaganda do seu blog. Até a Irene se interessou e pediu um filme. E olha, ela ficou com vergolha de escrever que é fã do Gael. Eu a incentivei a fazer o pedido ( Ela é mesmo fã dele e vê tudo o que ele faz). Vai até procurar este filme que vc comentou para assistir, pois não sabia que o Gael tinha feito.

Desculpe, Irene. Tá aqui. Ela é irmã do meu namorado. Como sempre, ela tá super sem graça de ter escrito para vc. Não liga, é capaz dela mostrar para todo o mundo o que escreveu sobre o filme que ela pediu. Por enquanto, tá emburrada comigo por escrever isto!

Sônia disse...

Desculpe, a Irene e o Pedro tão me confudindo . Perdão pelo erro na escrita " É vergonha" . São esses dois que ficam falando ao mesmo tempo e me fazem errar!

M. disse...

È um pouco parado, mas só por Gael vale à pena assistir! Beijos.

Carla Marinho disse...

aaaaa, mas eu sou fã do Gael. Eu e Meg que sempre comenta por aqui também. aliás, ela me deu boa parte dos filmes, como O crime do padre amaro, e tua mae também, the king, má educação, dentre outros. Hahaha
tenho quase todos dele.
amo.

Sônia disse...

Carla

Que bom saber que vc é fã do Gael como a Irene. Eu até anotei alguns filmes dele para ela procurar nas locadoras ( Sabe, muitas locadoras não investem em filmes legais como os dele) Só locam filmes comerciais. Este " The King" soube que ela tá procurando. Faz um esforço, pelo menos pela Irene, e comenta "Diários de Motocicleta". Ela curte muito este filme. E fui eu quem a incentivei a escrever para vc ( Já que ela é irmã do meu namorado) Olha, a minha responsabilidade! Sabe, Carla, ela não tá levando muita fé que vc vai comentar o filme que ela pediu. Eu disse pra ela que vc é super gente boa.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails