sexta-feira, 30 de outubro de 2009

O Orfanato

Ficha Técnica:

título original:El Orfanato
gênero: Suspense
duração: 01 hs 40 min
ano de lançamento: 2007
site oficial: http://www.theorphanagemovie.com/
estúdio: Wild Brunch / Estudios Picasso / Telecinco / Grupo Rodar / Esta Vivo! Laboratorio de Nuevos Talentos / Rodar y Rodar Cine y Televisión S.L. / TV3 / Warner Bros. Pictures de España
distribuidora:California Filmes
direção: Juan Antonio Bayona
roteiro:Sergio G. Sánchez
produção:Álvaro Augustin, Joaquín Padro, Mar Targarona e Guillermo del Toro
música:Fernando Velázquez
fotografia:Óscar Faura
direção de arte:Iñigo Navarro
figurino:Maria Reyes
edição:Elena Ruiz
efeitos especiais:

elenco:
Belén Rueda (Laura)
Fernando Cayo (Carlos)
Roger Príncep (Simón)
Mabel Rivera (Pilar)
Montserrat Carulla (Benigna)
Andrés Gertrúdix (Enrique)
Edgar Vivar (Balaban)
Óscar Casas (Tomás)
Georgina Avellaneda (Rita)
Carla Gordillo Alicia (Martín)
Alejandro Campos (Victor)
Carmen López (Alicia)
Óscar Lara (Guillermo)
Geraldine Chaplin (Aurora)
Carol Suárez (Benigna - jovem)



sinopse:
Laura (Belén Rueda) passou sua infância em um orfanato, onde recebeu os cuidados de funcionários e de outros companheiros órfãos. Laura retorna ao antigo edifício 30 anos depois, com seu marido Carlos (Fernando Cayo) e seu filho Simón de 7 anos (Roger Príncep). Ela deseja restaurar e reabrir o orfanato para abrigar futuramente um local destinado a crianças com necessidades especiais. O edifício estava abandonado por vários anos e o filho de Laura, Simón começa a conversar com amiguinhos, que segundo a mãe seriam "imaginários". Mas o desaparecimento do menino revela que nem tudo era imaginação.


Meu parecer: É um filme que prende do início ao fim. Quem pensa em encontrar "terror" pode decepcionar-se. Particularmente classifico-o como suspense. Há cenas interessantíssimas como por exemplo, a aparição do menino Tomás (foto acima) que Laura pensa ser Simón disfarçado. O espírito a empurra no banheiro e ainda a deixa sem unha. Mas o mais marcante é a cena da médium (Geraldine Chaplin) que no meio de seu transe hipnótico encontra o fantasma das crianças mortas agonizando pelo envenemento. Há sustinhos leves. A temática na verdade é o amor de mãe.

Nota: ****

2 comentários:

Liรร disse...

Gostei muito desse filme, o que me prendeu mais foi a atmosfera sombria e a espectativa da proxima cena.. Te dá um "o q vai acontecer???" a todo momento, é um ótimo suspense, que até me lembrou um pouco A Espinha do Diabo...

Liรร disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails