sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

O Segredo de Brokeback Mountain

Ficha técnica:
título original: Brokeback Mountain
gênero: Drama
duração: 02 hs 14 min
ano de lançamento: 2005
site oficial: http://www.brokebackmountain.com
estúdio: Paramount Pictures / Good Machine / This Is That Productions / River Road Entertainment / Alberta Filmworks Inc.
distribuidora: Focus Features / Europa Filmes
direção: Ang Lee
roteiro: Larry McMurtry e Diana Ossana, baseado em estória de Annie Proulx
produção: Diana Ossana e James Schamus
música: Gustavo Santaolalla
fotografia: Rodrigo Prieto
direção de arte: Laura Ballinger
figurino: Marit Allen
edição: Geraldine Peroni e Dylan Tichenor

Sinopse: Um peão de rodeios, Jack Twist (Jake Gyllenhaal) e um vaqueiro de Wyoming, Ennis Del Mar (Heath Ledger) se conhecem no verão de 1963, após serem contratados para cuidar das ovelhas de Joe Aguirre (Randy Quaid) na montanha Brokeback Mountain. Lá eles se tornam amigos e descobrem o amor. Depois dali cada um segue seu compromisso comum: Jack segue para a sua aventura nos rodeios e Ennis se casa com Alma (Michelle Williams). Após um longo tempo de separação, eles se reencontram e decidem manter em sigilo o amor que tem um pelo outro em encontros que duram sempre algum tempo para acontecer durante um período de 20 anos.

Elenco:
Jake Gyllenhaal (Jack Twist)
Heath Ledger (Ennie Del Mar)
Michelle Williams (Alma Beers Del Mar)
Anne Hathaway (Lureen Newsome Twist)
Randy Quaid (Joe Aguirre)
Linda Cardellini (Cassie Cartwright)
Anna Faris (LaShawn Malone)
Scott Michael Campbell (Monroe)
Kate Mara (Alma Del Mar Jr.)
Cheyenne Hill (Alma Del Mar Jr. - 13 anos)
Brooklyn Proulx (Alma Del Mar Jr. - 4 anos)
Tom Carey (Jimbo)
Graham Beckel (L.D. Newsome)
David Harbour (Randall)
Mary Liboiron (Fayette Newsome)
Roberta Maxwell (Mãe de Jack Twist)
Peter McRobbie (John Twist)

Meu parecer:

É sem dúvida um dos filmes mais tocantes do cinema. Não dá para não se emocionar com a história desse amor proibido pelas convenções sociais de uma época (já que a história se passa em 1963) e de um povo em específico. Algumas pessoas criticam Brokeback Mountain por ser paradão, mas sem dúvida não é um rótulo que se ponha. O forte é a introspecção daquela gente country, algo muito mais forte em Ennis del Mar (Heath Ledger), o que se segue com a bela paisagem contemplativa e a música. Fotografia impecável também. A direção de Ang Lee e o roteiro de Larry McMurtry e Diana Ossana mereceram os prêmios a eles destinados. É o primeiro papel forte do ator Heath Ledger: um banho de atuação do princípio ao fim. É impressionante que aos 25 anos (a idade que ele tinha quando fez este filme) ele pudesse ficar uma pessoa mais velha adiante, a maquiagem não foi pesada, mas a atuação dele é a que mais impressiona. Assim que ouvi os diálogos em inglês pela primeira vez (claro, isso há bastante tempo atrás) fiquei impressionada com o sotaque americano caipira de Heath Ledger, aquela voz grave de machão nos deixa pasmos. Lembro-me que os atores fizeram um workshop sobre a vida rural. Jake Gyllenhaal ao ser convocado para o elenco chegou quatro meses antes ao curso para aprender a montar. O que não era problema para Heath Ledger, que durante sua infância na Austrália já estava habituado com cavalos por causa da fazenda da sua família, outro relevante é que ele fez ainda alguns filmes em que a montaria era necessária. Ou seja, tinha experiência de sobra. Os cowboys do workshop só tiveram que adaptar um pouco a montaria dele, porque diziam “esse ator tem um jeito ainda muito ‘inglês’ de montar, vamos só dar umas coordenadas”. Brokeback Mountain rendeu ainda um prêmio em um site de melhor beijo (Heath Ledger e Jake Gyllenhaal) e também se tornou ópera.


Nota: *****

3 comentários:

Carla Marinho disse...

um filme magnífico, meg. sem dúvida.

Roberto F. A. Simões disse...

Um filme deslumbrante, apaixonante e profundamente belo. 5*, sim, sem dúvida!

Lembro-me de que logo quando estreou não compreendi toda a sua dimensão. Mas já mudei de ideias.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Alessandra Ramos disse...

Saudades esternas do querido Heath Ledger

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails