sábado, 21 de fevereiro de 2009

Fatal


Ficha Técnica

Título Original: Elegy
Ano de Lançamento (EUA): 2008
Direção: Isabel Coixet
Roteiro: Nicholas Meyer, baseado em livro de Philip Roth
Produção: Andre Lamal, Gary Lucchesi e Tom Rosenberg
Fotografia: Jean-Claude Larrieu
Desenho de Produção: Claude Paré
Direção de Arte: Helen Jarvis


Elenco

Ben Kingsley (David Kepesh)
Penélope Cruz (Consuela Castillo)
Patricia Clarkson (Carolyn)
Sonja Benett (Beth)
Deborah Harry (Amy O'Hearn)
Dennis Hopper (George O'Hearn)
Chelah Horsdal (Susan Reese)
Shaker Paleja (Kris Banjee)
Peter Sarsgaard (Kenneth Kepesh)
Marci T. House (Enfermeira)


Sinopse

David Kepesh (Ben Kingsley) é um renomado professor de faculdade que se encanta por Consuela Castillo (Penélope Cruz), uma de suas alunas. Logo eles começam a namorar, apesar de David manter um relacionamento puramente sexual há mais de 20 anos com Carolyn (Patricia Clarkson). David aos poucos se apaixona por Consuela, mas sempre teme que a diferença de idade entre eles seja um empecilho.

Meu parecer

Quando eu li essa sinopse, achei que era bomba, mas, como eu disse, sou corajosa o suficiente para encarar as maiores. Afinal, para quem já assistiu tanta tranqueira não seria mais uma que iria derrubar o meu bom gosto para filmes. Fiquei também com a impressão que conhecia Ben Kingsley de algum lugar (não, eu não sou enciclopédia pra saber tudo de cinema), e fui dar uma pesquisada. Ele fez o Gandhi!!! Sabia que conhecia a careca dele. E tanto ele, quanto Penelope Cruz ganharam prêmios pelo filme. Então, fui lá. Vai que... né?

O que posso dizer. Ele é MARAVILHOSO. Esqueça a sinopse porque ela não é nada perto do roteiro: não é que David não queira um relacionamento duradouro, apesar de ele ser já um sessentão. Ele simplesmente não consegue. E passou toda a sua vida pulando de galho em galho, sem perceber que a idade passa para todos. Ao encontrar Consuelo, vivida pela cara de pinto mais linda do mundo Penélope, um jovem bacana 30 anos mais jovem, ele logo se apaixona e se assusta com a intensidade, se atrapalha todo, até que consegue acabar com a relação por medo de que ela, por ser jovem, lhe abandone. Até que a vida prega uma enorme peça no casal. O final é bem comovente e aberto a interpretações. O que me deixa tentada a contar aqui. Quem sabe um dia em que eu esteja de mau humor?

Nota: *****

2 comentários:

M. disse...

Opa! Vou assitir!

Sônia disse...

Oi, Carla

Vou procurar assistir ao filme. Será que já saiu em Dvd? Bem, posso dar uma humilde sugestão? Será que vc poderia comentar o filme "Volver" com a penélope Cruz. Vi o filme e francamente gostei. No início, eu não dava nada pelo filme, mas acabei me emocionando com ele. Eu recomendo que todos que acessem o seu blog assistam! Ah, o Pedro Almodóvar arrassa na direção. Vale a pena conferir!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails