domingo, 22 de novembro de 2009

A última dança


Ficha técnica:
título original: One Last Dance
gênero: Musical
Distribuição: Flashstar
duração: 92 minutos
ano de lançamento: 2003/ Canadá
direção: Lisa Niemi
roteiro: Lisa Niemi


Elenco:
Patrick Swayze (Travis MacPhearson)
Lisa Niemi (Chrissa Lindh)
George De La Pena (Max Delano)
Matthew Walker (Alex McGrath)
Stefan Wenta (Orest)
Timothy Webber (Jerry)
Marie Stillin (Elaine)
Aundra Ford (Bree Lindh)
Daniel Heifetz (Street Violinist)
Elena Heifetz (Aria Singer)
Muriel Hogue (Board Member)
Nancy Drake (Wardrobe Mistress)
Thom Allison (Babysitter)
Rasta Thomas (Timmy)
Desmond Richardson (Daryl)

Sinopse: Uma famosa companhia de dança de Nova Iorque, a Dance Motive, perde o seu fundador e diretor artístico, Alex Mcgrath (Matthew Walker), vitimado por um derrame cerebral. Sem ninguém para substituí-lo, a companhia para não afundar numa crise, decide estrear uma coreografia inédita criada por Alex há sete anos. Com isso, lembram de chamar os dançarinos originais: Travis McPhearson (Patrick Swayze, Chrissa Lindh (Lisa Niemi) e Max Delgado (George de la Pena) que após alguns contratempos no passado deixaram a criação inacabada e nunca mais voltaram para a companhia. O retorno dos três bailarinos é um exemplo de garra, superação e luta.



Meu parecer: Não se trata de uma grande obra cinematográfica. Tem o surpreendente roteiro e direção da esposa de Patrick Swayze, Lisa Niemi. Aliás, quase toda a família Swayze tem sua cota de participação neste filme, inclusive uma colaboração da mãe do ator, Patsy. O filme em si não empolga como Dirty Dancing. A história não convence, aliás devo dizer que dormi em um diálogo da Chrissa Lindh (Lisa Niemi). Mas confesso que achei belíssimo a exibição do casal Swayze. Havia momentos em que tudo era tão autobiográfico do que uma história criada e escrita por alguém. É como se estivéssemos vendo tão e simplesmente o casal Patrick e Lisa expondo sua faceta de primorosos bailarinos apesar de coroas. A última dança que só é mostrada no final vale à pena ver, o casal e o também bailarino George De La Pena, mostram que a passagem do tempo não é nada diante de tanta competência técnica e artística. Os corpos perfeitos em todos os movimentos. Lisa ainda dá uma leve tremidinha na perna, mas quase imperceptível. Impressionada fiquei com o corpo desta senhora, no rosto e nos braços percebe-se que não há alguma plástica, pois todos os seus tracinhos estão lá, mas o corpinho, melhor do que muita menininha de vinte anos. Nenhuma celulite. Também, o que falar de uma bailarina profissional?
Nota: ***

2 comentários:

Cristiano Contreiras disse...

Magda, por favor, seja minha seguidora no Apimentário!

Sinceramente? adoro a forma como escreve sobre seus filmes...sério mesmo!

Olhe, eu vi este filme e concordo, achei até o roteiro básico e um Swayze inexpressivo em certos momentos do filme. abs

Júnia L. disse...

Patrick Swayze, astro de Dirty Dance (Ritmo Quente) e Ghost (Ghost - Do Outro Lado da Vida) não emplacou neste filme.
Muito fraquinho né!?

bjao

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails