quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Sombras de Goya


Ficha Técnica:
Título Original: Goya's Ghosts
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 113 minutos
Ano de Lançamento (EUA / Espanha): 2006
Site Oficial: www.goyasghoststhefilm.com
Estúdio: Antena 3 Television / Kanzaman S.A. / The Saul Zaentz Company / Xuxa Producciones
Distribuição: The Samuel Goldwyn Company / Downtown Filmes
Direção: Milos Forman
Roteiro: Milos Forman e Jean-Claude Carrière
Produção: Saul Zaentz
Música: José Nieto e Varhan Orchestrovich Bauer
Fotografia: Javier Aguirresarobe
Desenho de Produção: Patrizia von Brandenstein
Direção de Arte: Eduardo Hidalgo e Ana Viana
Figurino: Yvonne Blake
Edição: Adam Boome
Efeitos Especiais: El Ranchito / Kinema Digital


Elenco:
Javier Bardem (Irmão Lorenzo)
Natalie Portman (Inés / Alicia)
Stellan Skarsgard (Francisco Goya)
Randy Quaid (Rei Carlos IV)
Blanca Portillo (Rainha Maria Luísa)
Michael Lonsdale (Padre Gregorio)
José Luís Gómez (Tomás Bilbatúa)
Mabel Rivera (Maria Isabel Bilbatúa)
Mercedes Castro (D. Julia)
Cayetano Martínez de Irujo (Wellington)
Craig Stevenson (Napoleão Bonaparte)
Jack Taylor (Chamberlain)
Aurélia Thiérrée (Henrietta)
Fernando Tielve (Álvaro Bilbatúa)
Unax Ugalde (Ángel Bilbatúa)
Julian Wadham (Joseph Bonaparte)
Simón Andreu (Diretor do asilo)
Carlos Bardem (Oficial francês)
Antonio Bellido (Juiz)



Sinopse:

Nos primeiros anos do século XIX, em meio ao radicalismo da Inquisição e à iminente invasão da Espanha pelas tropas de Napoleão Bonaparte (Craig Stevenson), o gênio artístico do pintor espanhol Francisco Goya (Stellan Skarsgard) é reconhecido na corte do Rei Carlos IV (Randy Quaid). Inés (Natalie Portman), a jovem modelo e musa do pintor, é presa sob a falsa acusação de heresia. Nem as intervenções do influente Frei Lorenzo (Javier Bardem), também retratado por Goya, conseguem evitar que ela seja brutalmente torturada nos porões da Igreja. Estes personagens e os horrores da guerra, com os seus fantasmas, alimentam a pintura de Goya, testemunha atormentada de uma época turbulenta.
Meu parecer:
Talvez se houvesse outro ator com mais "sustância" para o papel de Goya e umas "ajeitadas" legais no roteiro, pelo menos uns retoques, o filme mereceria o selo de excelência. Claro, que a história não é a de retratar a vida do famoso pintor espanhol, mas do conturbado período em que viveu, e as influências de tudo isso em sua obra. Esse filme veio provar mais uma vez que Natalie Portman não é só um rostinho bonito no cinema, mas que é uma atriz de honra e mérito. A impressionante performance dramática para a personagem que é torturada pelos ignorantes e cruéis da Inquisição é comovente, principalmente quando ela sai da prisão após longos anos sem ver a luz do dia, adquirindo assim uma perturbação mental e uma desfiguração do que outrora fora seu belo rosto. Na verdade dois atores roubam as cenas: Natalie Portman e Javier Bardem, que também está perfeito.
Nota: ****

2 comentários:

Júnia L. disse...

Um bom filme é antes de tudo uma boa história. Sombras de Goya é um exemplo clássico. Não é a biografia do pintor espanhol Francisco Goya, mas o relato de uma época importantíssima no contexto histórico. Milos Forman fez ótimos filmes porque é um grande diretor. Sombras de Goya, um grande filme

Liรร disse...

Na verdade o que me interessou inicialmente no filme foi Javier Bardem, já que ele é um grande ator e simplesmente adoro seus filmes.
Já Natalie Portman, antes eu duvidava que ela fosse uma boa atriz, mas quando a vi naquele estado perturbado e horrendo da Inês, mudei meus conceitos sobre!!!

Um dos filmes que mais valeu a pena ver foi esse: sem dúvidas!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails